Resenha – Kakegurui – 1ª Temporada

kakegurui_01

Kakegurui, que significa Apostadora Compulsiva, é ambientado no colégio Hyakkaou, uma instituição exclusiva para alunos privilegiados filhos de famílias ricas e influentes. Nesse colégio o que se espera dos alunos não é capacidade intelectual e sim capacidade de apostar e vencer. Tudo é determinado por jogos de azar que acontecem após as atividades curriculares e, quanto mais vencedor é o aluno, melhor sua posição na hierarquia da escola. Aos derrotados é reservado um tratamento como se fossem animais. Esse sistema de apostas é controlado pelo Grêmio Estudantil, composto por jogadores muito ricos e hábeis na arte da aposta.

A trama se inicia com a chegada de Yumeko Jabami na escola, uma apostadora compulsiva e que consegue chamar a atenção de todos com suas atitudes extremas quando participa de apostas.

kakegurui_03

Mesmo com esse enredo simples, o ponto alto do anime são os jogos de azar. A maioria é bem interessante e alguns tem regras muito bem elaboradas, como o Choice Poker, onde são utilizadas as regras normais do poker com apenas uma diferença: quem apostar mais pode escolher se o vencedor deve ter a mão mais forte ou mais fraca. Apenas um jogo é meio bobo, que é a disputa de Idol, onde a protagonista entra numa disputa de popularidade com uma celebridade da escola. No geral, os embates são ótimos e imprevisíveis, tendo muitos blefes e disputas psicológicas.

A animação está ótima. Os personagens são bem desenhados e suas expressões durante os jogos mostram bem suas tensões e ansiedades perante apostas que podem custar a própria vida. Um ponto baixo é o exagero desnecessário na sensualidade, mostrando personagens praticamente tendo orgasmos enquanto apostam. A trilha sonora acompanha bem os momentos do anime, ajudando a manter a tensão nos jogos.

kakegurui_04

Por ter apenas 12 episódios, Kakegurui tem um ótimo ritmo, e cada episódio traz uma disputa, mostrando Yumeko ameaçando cada vez mais a hierarquia existente na escola. O final da temporada, no entanto, é um banho de água fria, pois sai completamente do ritmo e mostra um dos embates mais esperados resolvido de forma fraca e em uma das apostas menos arriscadas do anime. O que justifica esse final fraco foi o fato de que o último episódio foi o único que não seguiu o mangá e teve um roteiro original.
Kakegurui era um dos animes mais promissores da temporada de verão de 2017 e correspondeu bem às expectativas. Mesmo com o final morno de temporada, tem um grande potencial para ser explorado. Se seguir o mangá e não repetir o erro do final da temporada, tem tudo para fazer enorme sucesso.

A obra é uma adaptação do mangá de autoria de Homura Kawamoto e desenhado por Tooru Naomura, publicado desde 2014 e com um total de 9 volumes até o momento. A produção da segunda temporada já foi confirmada, e o anime pode ser assistido na Netflix aqui no Brasil.


kakegurui_coverFicha Técnica

Título Original: Kakegurui
Estúdio: MAPPA
Autoria: Homura Kawamoto
Total de Episódios: 12
Data de Exibição Original: Julho a Setembro de 2017
Onde Assistir: Netflix

 

Bruno Audi

Bruno Audi

Criador de trocadilhos e piadas ruins. Terceira pessoa mais sem graça do Brasil. Podcaster no Los Chicos, viciado em games e filmes de terror. Pretendo estar vivo até o final de One Piece e Game of Thrones.
Bruno Audi
  • Cleber Segundo

    Depois da resenha aqui escrita darei uma olhada no anime.