Comadrecast #004 – Podcast sobre Podcast ou Metacast?

comadrecast-004-podcast-sobre-podcast

Já chegamos ao quarto episódio do Comadrecast! E pra quem AINDA não sabe, o que é esse projeto, ele foi criado a partir de um grupo no WhatsApp e agora já tomou proporções gigantescas e estamos com muito mais podcasters parceiros que aos poucos vão aparecendo aqui nos episódios que seguem.

E hoje estamos com Bruno Lage (Altcast), Caio Uxo (Los Chicos), Cal Cruz e Sr. JM (404 Podcast), Erik (Pontocast), Fábio Franzoni (Pow de Cast), Marcus Alencar e Mozer (Leituracast), para conversar sobre podcast. SIM, meus caros! Vamos bugar o
sistema com esse metacast, inception ou qualquer outro termo que defina melhor um
podcast sobre… PODCAST!

Durante uma conversa no WhatsApp, discutimos sobre podcasts antigos que finalizaram
suas produções por vários motivos e achamos super interessante criar uma pauta para este assunto. O que faz um podcast sobreviver tanto tempo? Quais são os apoios relevantes? Todos nós começamos a participar ativamente de podcast por razões individuais, muitas vezes por gostar do formato ou com o objetivo de auxil
iar pessoas de maneira irreverente, seja o bom e velho papo de bar ou através de um programa mais sério com termos rebuscados. Afinal, o que mais gostamos é de gravar e saber que tem pessoas como vocês que nos ouvem e estão ali para compartilhar suas opiniões e sugestões. Então, dê o play e faça parte desse inception que o Comadrecast criou para VOCÊ!

Download (Clicar com o botão direito e escolher a opção “Salvar Link Como”):

Conheça os outros podcasts participantes:

404 Podcast

Altcast

Leituracast

Pontocast

Pow de Cast

Quer ouvir os episódios anteriores? Siga o Comadrecast no Facebook e fique atualizado das novidades. E não se esqueça de assinar o feed dos podcasts parceiros!

Bruno Audi

Bruno Audi

Criador de trocadilhos e piadas ruins. Terceira pessoa mais sem graça do Brasil. Podcaster no Los Chicos, viciado em games e filmes de terror. Pretendo estar vivo até o final de One Piece e Game of Thrones.
Bruno Audi

Últimos posts por Bruno Audi (exibir todos)

  • Gharcia

    Hola los Chicos!

    Adorei essa discussão. Na discussão ouvi muito sobre ouvintes. Como eles não apoiam os podcasts e como eles motivam. Eu acho que a podosfera carece de ouvintes com um pouco mais de empenho. Mas eu sinto que boa parte dos ouvintes acabou virando podcasters. E se voltando para outros podcasters. É um ciclo? Não sei. Mas tenho essa impressão.

    Como ouvinte, sinto falta de um sistema de indicações. E creio q vcs poderiam, além de fazer crossovers, dedicar 30 segundos pra indicar algum episódio de algum podcast.

    E sinto falta do episódio 0. Algo que eu possa ouvir e que resuma o foco daquele produto. Algo rápido que me faça assinar.

    É isso.

    Abraços e sucesso.

  • Leandro Pereira

    “Ninguém aqui foi criado pra sentar na frente do rádio e ouvir”. Sério, eu fazia MUITO isso. Mas MUITO. Ter só 7 canais na TV e só ter programa repetido me expulsava da TV. Meus amigos à época também eram assim. O Maia e o Tatola (na época na Rádio Brasil 2000) eram tão amigos meus quanto o Silvio Santos. Eu ouvia os sobrinhos do Athaíde e ria muito mais do que com, sei lá, a praça é nossa. Fora que, além do rádio da sala, era o desejo de toda a garotada ter um walkman. Eu ganhei um Sony La Fiesta e pilhas recarregáveis AMIGO, como eu ouvia rádio naquilo. Quilômetros e quilômetros de fita rodaram naquele aparelho.

    Mas realmente, não vejo como alguém com 70 canais na tv, internet e sem louça pra lavar faria isto. Imagino que a menina que disse isto seja mais nova que eu. Eu sei que minha esposa, 3 anos mais nova que eu, não consegue ouvir algo por muito tempo. É um exercício que eu sei que ela não fez e não consegue fazer numa boa.

    Sobre o que leva a comentar ou não no podcast, eu tento ter como hábito mandar as mensagens justamente pra fazer esta “massagem de ego” dos podcasters que eu gosto. É justo. O problema é criar novos hábitos. Mas se me ignoram sistematicamente, eu comento de vez em quando ou simplesmente não o faço. Tive um e-mail lido no Jovem Nerd que eu não esperava, mas provavelmente eu vá mandar outro daqui a 1 ano de novo.