Análise – Persona 5

Fonte: http://br.ign.com

Fonte: http://br.ign.com

A série Persona é oriunda de uma franquia muito famosa no Japão chamada Shin Megami Tensei. Apesar de ser um spin-off de uma série, no Ocidente Persona é muito mais famoso do que sua franquia de origem. Depois de ter sido lançado no Japão em setembro de 2016, Persona 5 finalmente chegou no ocidente nesse mês exclusivamente para PlayStation 3 e 4. Desenvolvido pela Atlus, Persona 5 é um JRPG (RPG Japonês) que mistura situações do cotidiano com o sobrenatural, conciliando a vida de estudante com aventuras, onde as missões vão desde combates contra desafiadores inimigos até ir à escola e fazer provas.

http://gematsu.com/2015/02/persona-5-debut-gameplay-trailer

http://gematsu.com/2015/02/persona-5-debut-gameplay-trailer

O enredo traz novos personagens para a série e o protagonismo é de Akira, um jovem que se envolve em uma confusão e é enviado a Tokyo para viver sob a tutela de Sojiro Sakura pelo período de um ano. Após isso Akira assiste sua vida toda ser transformada drasticamente e por estar em um tipo de condicional, ele precisa ponderar sempre em suas ações para não acabar recebendo piores punições. No início do game também podemos conhecer alguns dos outros personagens da trama, como Ann e Ryuji, colegas de Akira, além de Morgana uma gata bem carismática.

Akira e seus companheiros conseguem entrar em uma realidade alterada onde é possível ver os segredos mais obscuros do coração das outras pessoas, podendo confrontar este lado negro dos outros, que são chamados de “sombras“. Tudo que acontece no mundo real causa algum impacto na realidade alterada, visto que esse outro mundo não é nada mais do que uma projeção do subconsciente de todas as pessoas.

A história do jogo se alterna entre o início de Akira em suas aventuras no presente com o futuro, quando ele é preso e torturado e onde aos poucos vamos descobrindo o porquê com a história sendo contada de trás para frente.

Fonte: http://cheatgames.com.br/Blog/persona-5-primeiro-trailer-com-gameplay-e-novas-imagens/

Fonte: http://cheatgames.com.br/Blog/persona-5-primeiro-trailer-com-gameplay-e-novas-imagens/

O jogo acontece de forma rápida e seu ritmo é muito bom. Diferente de outros RPGs onde existe muita conversa e pouca ação, introdução demorada e outras coisas que deixam o ritmo lento, Persona faz o oposto e em poucas horas o jogador já consegue provar muito do que o jogo tem a oferecer.

O enredo é denso e entra em diversos temas adultos, como depressão, suicídio, mas sem forçar isso a quem joga, sendo mostrado de forma suave e não apelativa.

A jogabilidade é ótima e utilizou como base os mesmos sistemas de combate dos jogos anteriores, porém com muitas melhorias. As lutas são por turnos, no entanto os controles são dinâmicos e o menu de batalha é muito bonito e bem feito, pois fica flutuando na tela, tornando fácil e rápida a execução de qualquer ação. Uma novidade na jogabilidade é a possibilidade de poder conversar com os inimigos e aproveitar de momentos de sua fragilidade para obter informações e vantagens durante os combates.

Fonte: http://www.usgamer.net/articles/persona-5-import-preview-two-hours-and-im-already-hooked

Fonte: http://www.usgamer.net/articles/persona-5-import-preview-two-hours-and-im-already-hooked

Além das lutas é necessário interagir socialmente com outros personagens e desenvolver relacionamentos para ganhar benefícios que podem influenciar seu desempenho no game. A exploração é muito valorizada e os cenários têm inúmeros detalhes, com muitos elementos e pessoas para interagir.

Persona 5 é dividido em um calendário comum, onde os dias tem manhã, tarde e noite e cada atividade no jogo acontece em seu dia e horário específico.

Os gráficos de Persona 5 são muito bons. Os cenários e personagens possuem traços de animes e são muito bem desenhados. Os ambientes recriam fielmente Tokyo e tem muitos detalhes. Em alguns momentos é normal ficar parado apenas olhando todos os cantos do cenário, passando-se minutos até conseguir notar tudo que está inserido lá.

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=JwKHxzfmAOY

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=JwKHxzfmAOY

Outro ponto a se destacar é a excelente trilha sonora, que é inspirada em jazz, sendo impossível não se empolgar com as músicas tocadas durante todo o jogo.

O único ponto fraco é a ausência de dublagem e legendas em português, obrigando o jogador a ter um nível intermediário de inglês para entender os diálogos e consequentemente assimilar a história completa do game.

Persona 5 é de longe o melhor jogo da franquia. Misturando jogabilidade fluida, enredo denso e que acontece em um bom ritmo, personagens cativantes, ótimo visual e uma trilha sonora incrível é talvez um dos melhores RPGs já feitos.


 

persona_cover

Ficha Técnica

Título: Persona 5

Gênero: JRPG

Lançamento: 04 de Abril de 2017

Plataforma: PlayStation 3 e PlayStation 4

Produtora: Atlus

 

 

 

 

 

 


 

Essa análise foi escrita originalmente para o Blog E-Glu, do Ponto Frio! Entrem lá e prestigiem meus outros posts!

e-glu_logo

Bruno Audi

Bruno Audi

Criador de trocadilhos e piadas ruins. Terceira pessoa mais sem graça do Brasil. Podcaster no Los Chicos, viciado em games e filmes de terror. Pretendo estar vivo até o final de One Piece e Game of Thrones.
Bruno Audi

Últimos posts por Bruno Audi (exibir todos)

  • Darley Santos

    Esse jogo tá chamando muita atenção. A maioria das pessoas que eu vi falando citaram principalmente enredo do game como ponto forte, acho que justamente por esse caráter “adulto”.

    • http://podcastloschicos.com.br Bruno Audi

      Sim, eles abordam muita coisa séria, mas sem ser clichê e apelar, por isso ficou bom demais!