79 – Inferno

imagemdestacada_183

Arriba Chicos!

Hoje vamos falar daquele lugar que é temido por muitos e que será visitado por todos nós, a casa do cramunhão, a platéia do Esquenta, o inferno!

E nos auxiliando nesse tema trouxemos quem nos deu a ideia de gravar essa pauta, Fabio Murakami!

E um agradecimento mais do que especial para nossos colaboradores do Padrim: Rogério B. de Miranda, Juliano Teles, Jaiso Guilherme, José Guilherme, Claudio Picoli Cezini, Dalton KBSA, Olavo Montenegro, Thais Bracho, Wellington Macgaren, Julian Catino, Jack Tequila, Eduardo Cosso, Ana Paula Funke, Thaineh Souza, Gleibson Gregorio da Silva, Liliam de Oliveira, Willyan da Silva Cavalcanti, Rodrigo Carneiro, Yuri Braule de Paula Weiss, Renan Fellipe Custódio Pessoa, Fabio Pardal, Rogeryo Rooseveltt, Karol Moura, Marcio Joke, Fabio Murakami, Alysson Barbara, Cristiana Bruno e Armando A. Dias! Vocês são as coisas mais lindas desse mundo!


Ouvir Online

Download (Clicar com o botão direito e escolher a opção “Salvar Link Como”):


Compre Nossas Canecas!

Canecas do Los Chicos

caneca_1 caneca_2 caneca_3


Trilha Sonora do Episódio

AC/DC – Highway to Hell

Disturbed – Hell


Colabore com nosso Padrim!

Estamos também no PicPay!

Para críticas, sugestões ou elogios, entre em contato conosco: contato@podcastloschicos.com.br

Entre em nosso grupo do Telegram: telegram.me/PodcastLosChicos

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/podcastloschicos

Confira também nosso grupo no Facebook: www.facebook.com/groups/podcastloschicos

Siga-nos no Twitter: @podcastloschico

E no Instagram também!

E confira também nosso canal no Youtube!

Bruno Audi

Bruno Audi

Criador de trocadilhos e piadas ruins. Terceira pessoa mais sem graça do Brasil. Podcaster no Los Chicos, viciado em games e filmes de terror. Pretendo estar vivo até o final de One Piece e Game of Thrones.
Bruno Audi

Últimos posts por Bruno Audi (exibir todos)

  • Jesus cristinho da silva

    puts, ai não sobra um… principalmente esse maconheiro do Jhonny!

  • traficante de dolly

    pelo que me aparenta alguns participantes do cast ficaram com o famigerado cu na mão, quando esse for o caso recomendo que entrem no youtube e procurem pelo canal ShibeNation

  • Darley Santos

    Faz tempo que não escrevo textão aqui no Los Chicos, mas…

    Quando se trata de inferno, percebemos que a imaginação popular é permeada por fábulas pagãs, é possível ver o tal Inferno de Dante povoando a mentalidade popular, que normalmente não entenderia o caráter alegórico da referida obra. Mas pelo menos biblicamente falando, não existe nada disso… Eu gosto de esquematizar que a diferença de conceitos acerca do Inferno, enquanto destino para os pecadores obstinados que persistem no erro e nas perversões, depende das idéias-base de imortalidade da alma, eternidade e misericórdia divina, tipo: o catolicismo prega um inferno onde a eternidade é um estado sem fim contínuo, pois entende que o ser humano possui independentemente uma alma imortal, e o tal “fogo” do inferno é apenas metáfora para um estado de pesar sem Deus; o adventismo prega que a eternidade deve ser entendida como continuidade do efeito e não da ação, pois não existe alma imortal, a imortalidade do ser humano está condicionada à presença de Deus, como no paraíso do Eden, logo, só os que se salvarem conhecerão a imortalidade, os maus e injustos perecerão no fogo do inferno, sendo este fogo de fato “literal” como algo que consume para a extinção, e as “cinzas” sim serão eternas, como uma triste lembrança da existência errante; já o calvinismo prega tanto a imortalidade da alma, e com esta a eternidade como algo contínuo que nunca acaba, quanto a punição do fogo literal, algo parecido com a imaginação pagã que bolava essas coisas perversas…

    É uma contradição acreditar em um Deus que coloca suas criaturas errantes em um lugar para sofrer eternamente, não acham? Pois, desta forma, onde fica o Deus-amor, o Deus-onisciente, o Deus de misericórdia? É um pensamento difamador achar que Deus precisa de vingança, colocando criaturas tão ontologicamente insignificantes em relação a Ele mesmo para gritar de dor por toda a eternidade, que isso… Nossos pecados são finitos enquanto seres imperfeitos em uma existência finita – qual a proporção disso com uma punição sem fim??? Que exista o pecado sem perdão – contra o espírito santo – e a extinção efetiva (e eterna) do mal, não duvido nada, acho perfeitamente coerente. É interessante também a idéia de purgatório, como o lugar onde a maioria das pessoas terão que expiar seus pecados para aí sim poderem entrar no céu, visto que nada impuro pode adentrar o Reino dos Céus; visto que a grande maioria de nós passamos por essa vida sem alcançar a santidade, e portanto saímos dessa vida impuros, então como harmonizar isso com a idéia de céu e inferno??? Ou a maioria passa por um estado intermediário de expiação, ou apenas uma minoria conseguirá alcançar os céus, ora! […]

    Removeu você.