7 Excelentes Jogos para PC’s Medianos

Atualizados recentemente1A indústria de games mostra a cada novo ciclo de vendas que a procura por títulos ousados e mais dinâmicos tem crescido consideravelmente nos últimos anos, ainda que nomes de franquias famosas e já consagradas sempre tenham o espaço garantido no HD e no bolso do jogador.

Seguindo essa premissa, muitos são os jogos exclusivos e multiplataforma que podem ser aproveitados no computador, ainda que sendo mais tímido quanto ao hardware e processamento, se comparado a um PC Gamer de última geração. Obviamente, em uma máquina mais robusta é possível aproveitar de melhores recursos in-game, tais como maior taxa de resolução, nível das sombras, texturas, animações, etc,  entretanto tudo isso também pode ser visto em computadores mais modestos, ainda que em menor escala, correndo tranquilamente sem lags ou travamentos.

Assim, listamos sete excelentes opções de jogos para PC’s que não dispõem de todo o poder de fogo do mercado atual.


Limbo (PS4, PS3, PC, XBox 360, XBox ONE, OS X, Linux, SteamOS, IOS, Android, Playstation Vita, OnLive, Wii U)

LIMBO (1)Sem falas, sem textos, sem instruções. Assim se desenrola todo o enredo do intrigante indie de plataforma 2D, criado pela PlayDead em 2010 exclusivamente para a XBox Live, portando para outras plataformas posteriormente. No jogo, você controla um garotinho sem nome que parte em busca de sua irmã desaparecida em um mundo repleto de criaturas misteriosas e várias armadilhas mortais, que em muitos momentos rendem cenas bem fortes, com decapitações e desmembramentos.

Durante toda a jogatina, você irá se deparar com puzzles de níveis variados, mas que ao fim garantem ao jogador o alívio em ver o menino escapar das situações controversas. Por se tratar de um título independente, cuja história abre porta para dezenas de interpretações diferentes, Limbo foi muito bem recebido pela crítica e pelos jogadores em várias plataformas. Associado a isso, a trilha sonora do jogo complementa com maestria o cenário de mistério e desespero, com melodias aceleradas e rítmicas ao completo silêncio claustrofóbico, em dados momentos. É também, uma excelente pedida para aqueles com pouco tempo livre pra jogar, uma vez que é totalmente voltado à uma história single player linear.


Asphalt 8: Airborne (PC, IOS, Android, BlackBerry, Windows Phone)

Screenshot_5F00_252238_5F00_1000003_5F00_309EA675Se você é dono de um Smartphone caro, provavelmente já se deparou com Asphalt 8 na Store do seu aparelho, pois nestes casos o jogo serve como uma demonstração do poder desses celulares, uma vez que exige muito do hardware desses aparelhos.

Desenvolvido pela Gameloft, empresa especializada em jogos mobile, o sucesso foi tão grande que o título portou também para o PC, podendo ser adquirido gratuitamente na Loja do Windows. Enquanto para rodar o jogo em um smartphone é preciso que esse seja mais avançado tecnicamente, no PC o game não exige muito. Seguindo liso em todas as partidas, inclusive multi-players, Airborne é recomendado a todos que gostem de corrida Arcade, pois o jogo é totalmente descompromissado com a física e a realidade, o que garante horas de muita diversão em cenários e pistas incrivelmente bem trabalhados, com dezenas de carros famosos e locais bem inusitados como a Área 51 e a Muralha da China.

O game ainda traz um sistema simples de melhoramento dos carros e personalização, podendo dividir e comparar placares com seus amigos nas redes sociais. Uma atenção especial é dada aos efeitos de clima e ambientação do jogo, onde é possível ver a sombra das poças d’água na estrada, a neve se movendo aleatoriamente pelo caminho, a luz do sol entre os carros, etc. Tudo isso com texturas bem decentes para um título vindo do universo mobile e rodando em um computador simples.


Outlast (PC, PS4, Linux, XBox One)

outlast-review-1Desenvolvido pela Red Barrels, empresa fundada por pessoas envolvidas anteriormente em jogos como Uncharted, Assassin’s Creed e Splinter Cell, Outlast é um Survival Horror em primeira pessoa que se passa em um hospício, no qual você é enviado para descobrir um furo de reportagem sobre uma possível intervenção da corporação Murkoff no local.

Diferentemente de outros tantos jogos de terror, Outlast lhe diz desde o início que você não é um herói disposto a salvar o mundo e arrancar cabeças, mas sim um jornalista curioso que se vê preso em um lugar do qual jamais gostaria de ter conhecido. Isso se faz claro na presença de uma câmera filmadora como único instrumento a ser utilizado pelo jogador durante a jogatina, no melhor estilo Rec ou Atividade Paranormal, tendo muitas vezes de utilizar a visão noturna do aparelho para poder enxergar no escuro denso dos cenários, consumindo consideravelmente a bateria do aparelho, forçando o jogador a estar sempre atento ao uso e coleta de novas pilhas.

Camas, mesas e armários são suas melhores opções na hora de se livrar do perigo, escondendo-se até perceber o momento certo de prosseguir. Como manda a cartilha do gênero, os efeitos sonoros do jogo são de primeira, causando medo e pavor a todo instante, principalmente quando o personagem escondido vê um inimigo se aproximar e fica com a respiração ofegante e trêmula, criando um verdadeiro elo de de desespero e sobrevivência com o jogador. O jogo é constantemente apontado como grande inspirador de muitas mecânicas de outros jogos de horror de sucesso, como The Evil Within, criado por Shinji Mikami e lançado em 2014, já tendo sido analisado aqui.


Brothers: A Tale of Two Sons (PC, PS4,PS3, Xbox One, Xbox 360, Android, IOS, Windows Phone) 

Brothers-A-Tale-of-Two-Sons-In-GameA Tale of Two Sons é um jogo de aventura, desenvolvido pela Starbreeze Studios que conta a jornada de dois irmãos, Naiee e Naia, que partem juntos em uma jornada para salvar a vida de seu pai. O diferencial do game, está no fato de o jogador ter de controlar os dois personagens ao mesmo tempo assim como interagir com os objetos certos do cenário. Isso, durante todos os puzzles e cenas de ação do jogo faz com que reforce a verdadeira relação dos garotos e o cuidado que um tem para com o outro, bem como o motivo de se aventurarem.

Apesar do ar levemente cartunesco e infantil gerado pelo poder da Unreal Engine 3, Brothers A Tale of Two Sons possui uma história extremamente envolvente e bonita de ser acompanhada, com temas bastante adultos até, como suicídio e sacrifício humano. A trilha sonora do jogo acompanha os momentos de exploração e ação de forma satisfatória, formando o par perfeito com o visual. O jogo foi super bem recebido pela crítica especializada e adorado por crianças de todas as idades, graças ao visual colorido e cativante. Sem dúvidas, é uma ótima pedida aos fãs de histórias emotivas com um tempinho livre pra jogar.


Alice Madness Returns (PC, PS3, XBox 360, IOS) 

421062__alice-madness-returns_pAlice Madness Returns é a sequência direta do sucesso de 2000, American McGee’s Alice, desenvolvido pela Spicy Horse e publicado pela EA em 2011. No jogo, se passaram 11 anos desde o trágico incidente que culminou na morte dos pais e irmã de Alice. Após sair do hospício em que foi trancada, Alice passar a viver em um orfanato sob os cuidados do psicanalista Angus Bumby, que tenta auxilia-la no processo de esquecimento do passado.

O jogo apresenta três visões diferentes da personagem: a do presente, que se passa na Inglaterra Vitoriana com ambientação interessante e quase gótica; a do passado, que se dá em animações no estilo marionetes, mostrando um pouco mais do que ocorreu na noite da tragédia; e por fim, Wonderland ou país das maravilhas, que a essa altura está totalmente distorcida de quando Alice era uma menina.

Com várias horas de gameplay e colecionáveis espalhados que ajudam a completar a narrativa, Alice Madness Returns é um ótimo jogo principalmente para os fãs de longa data da história Lewiss Carroll, que apresenta uma versão alternativa e mais profunda na vida da personagem, envolvendo temas reais e perturbadores dentro de seu universo paralelo, ganhando facilmente da adaptação feita para o cinema da também alternativa versão de Alice aos 19 anos.


Epic Mickey 2: The Power of Two (PC, PS3, Xbox 360, Wii, Wii U)

epic.mickey2.01.lgO jogo dá sequência ao exclusivo do Wii e coloca o jogador no controle de Mickey e Oswald, rumo a jornada para descobrir o motivo do universo dos personagens estarem se desfazendo, sendo coordenados pelo vilão do jogo anterior, o Cientista Maluco. A jogabilidade do game permite que o jogador mude de um personagem para o outro a qualquer momento para realizar tarefas específicas que só podem ser feitas por um deles.

Mickey conta com um pincel mágico, que possui tinta e tíner, enquanto Oswald um controle remoto que cria barreiras de choque e restaura aparelhos. Um ponto interessante é que duas pessoas podem jogar a campanha simultaneamente, cada um controlando um personagem. Contudo, o jogo não foi muito bem recebido pela crítica que estranhou a repetição de objetivos. Ainda assim, Epic Mickey 2 possui gráficos muito bonitos em HD e toda aquela ambientação do Universo Disney, trazendo a nostalgia aos fãs mais antigos e cativando os mais novos, rodando normalmente em um PC mais modesto.


Plants vs Zombies (PC, Android, IOS, PS3, Xbox 360, Nintendo DS, Playstation Vita, Windows Phone, BlackBerry) 

maxresdefault Fenômeno mundial, o jogo segue o estilo Tower Defense e foi publicado em 2009 pela PoPCorn Games, responsável por uma série de outros excelentes jogos para PC. No game, o jogador assume o papel de um morador qualquer que se vê tentando impedir que sua casa seja invadida por zumbis famintos, que querem a todos custo ”brains”, ”brains” e ”brains”. Para isso, você conta a ajuda de seu vizinho, Dave Doidão, para comprar melhores equipamentos e dar aquela ”tunada” nas plantas, afinal de contas, elas são as grandes estrelas do jogo.Cada uma possui funções específicas, sendo umas indicadas para o ataque a distância como a ervilha de gelo ou o cacto, outras como o girassol que fornece ”solzinhos” que te ajudam a comprar novas plantas, sendo mais como suporte.

Os zumbis também são bastante variados e alguns deles conseguem quebrar barreiras impostas, como os saltadores, o Devorador e o zumbi Catapulta, que solta bolas de basquete que matam as plantas. O jogo foi muito bem recebido pela crítica e persiste até os dias atuais sendo bastante jogado, tendo dado origem ao shooter multiplayer Plants vs Zombies: Garden Warfare, cuja sequência está programada para o dia 26 de fevereiro de 2016. Sendo um jogo extremamente leve e divertido, Plants vs Zombies pode ser jogado em qualquer computador mais tímido, aproveitando de toda a imersão disponível.


E aí, já jogou algum desses? Curtiu? Quais outros jogos ficariam legais na lista? Divide com a gente nos comentários e… Expelliarmus

 

Dennerson Samarony
Follow me

Dennerson Samarony

Libriano apaixonado por games, vintage, terror e rock'n'roll.
Pai de 8 filhos peludos que comem e bagunçam o dia inteiro.
Vegetariano convicto e amante assumido da natureza.
Dennerson Samarony
Follow me
  • Uxo

    MEU DEUSSSSSSSSSS!!!!!!!!!!!!!!
    Finalmente vou poder jogar no meu PC (que é um lixo) kkkkk
    Cara, excelente artigo. Muito bem escrito e pra lá de interessante!
    Já anotei alguns títulos para a minha listinha pessoal…
    Valew!!!!!!!!!

    • Dennerson Samarony

      É isso aí. Quem disse que só os ”grandões” podem rodar jogos legais? lol.

  • http://podcastloschicos.com.br Bruno Audi

    Excelente!! Conheço alguns por jogá-los no console. Me interessei pelo Epic Mickey e Brothers: A Tale of Two Sons, vou caçar na Steam!